Afta é dolorida e prejudica a rotina diária… E qual a diferença entre Afta, herpes e Cancer?

Afta é dolorida e prejudica a rotina diária… E qual a diferença entre Afta, herpes e Cancer?

Aquela feridinha incômoda que, por vezes, surge nas horas mais impróprias, e que conhecemos por afta, chega a atingir cerca de 20% da população brasileira, de acordo com a Sociedade Brasileira de Estomatologia e pode surgir associada a vários outros transtornos da saúde, como casos de pessoas com aftas devido à baixa imunidade como pacientes transplantados, que se queixam bastante de aftas.

A pesquisa realizada pela Unifesp estudou cem pessoas de ambos os sexos e constatou que o estresse é um fator importante para o aparecimento da afta. Ele estava presente em 38% das pessoas estudadas. Outros 36% apresentaram predisposição genética para a afta. Em 36% dos pesquisados, o problema teve como causa a ingestão de frutas ácidas, como abacaxi e laranja. Uma outra pesquisa na Unifesp, está sendo estudado o DNA da mucosa de pacientes com a lesão e comparada à mucosa saudável (que contém 332 pedaços de DNA). A técnica, segundo os estudiosos, já é muito utilizada para o câncer, mas é inédita no estudo da afta.

O drama, que pode ter início após a ingestão de um alimento cítrico ou apenas por conta de uma mordida sem querer na própria bochecha, tem relação direta com microorganismos. As aftas são caracterizadas pelo aparecimento de ulcerações necrosantes (feridas) na mucosa oral (parte interna da boca), que normalmente são dolorosas e costumam retornar solitárias ou múltiplas.

Sintomas

As aftas aparecem como uma erosão superficial, única ou múltipla, coberta por uma membrana cinzenta. Geralmente, tem margens bem definidas e é circunscrita por uma lesão aguda da pele, de natureza inflamatória. A lesão é muito dolorosa e costuma interferir na alimentação durante vários dias. As localizações mais freqüentes são a mucosa labial e da bochecha, sulcos internos da boca, língua, palato mole, faringe e gengiva. As úlceras persistem por 7 a 14 dias e, então, cicatrizam gradativamente com uma pequena, às vezes, até nenhuma evidência de cicatriz.

Situações que levam às aftas:

: Causa bacteriana (fatores predisponentes). Precedendo imediatamente o surgimento de aftas, várias situações têm sido repetidamente identificadas em grande número de pacientes. Os traumas podem ser mecânicos, elétricos, térmicos, químicos. Todos os fatores abaixo descarnam o epitélio de proteção da boca, expondo o conjuntivo às ações bacterianas.

:: Mecânico – o trauma local é considerado como sendo o fator predisponente em quase 75% dos casos. Os incidentes traumáticos em pessoas estudadas incluíam mordidas, intervenções cirúrgicas na boca, escovação dentária, trauma por aparelho ortodôntico, trauma em prática esportiva, próteses dentárias mal-adaptadas, alimentos duros com pontas.

:: Químico – frutas cítricas, pimentas, vinagre, sal

:: Elétrico – queimaduras por descarga elétrica

:: Térmico – alimentos e líquidos muito quentes

:: Condições endócrinas – tem sido observado, ao longo dos anos, que existe uma relação entre a ocorrência do período menstrual e o desenvolvimento de aftas, principalmente no período pré-menstrual. Pesquisadores demonstraram que a ulceração é máxima no período pós-ovulação e relacionam este fato com o nível sangüíneo de progesterona. Também relatam que as mulheres podem mostrar remissão das lesões aftosas durante a gravidez, mas mostram erupções após o parto, às vezes muito rapidamente.

:: Estresse emocional, nutricional, físico e medicamentoso

:: Tratamento – o tratamento para amenizar as aftas pode ser feito com laser e tem um baixo custo, além de não ter contra-indicações. Diminui o curso da doença de (7 a 14 dias)

Parecida com o herpes, não o câncer
O receio de que as aftas possam ter relação com câncer é totalmente descartado, uma vez que há importantes diferenciais que podem ser notados com facilidade. A lesão do câncer cresce rápido e a da afta é circunscrita. A lesão do câncer geralmente não dói e a da afta é dolorida. A lesão do câncer não cicatriza e a da afta cicatriza de 7 a 14 dias. A lesão do câncer tem diferenciação celular na biópsia e a da afta não.

Herpes e aftas

A afta tem muitas semelhanças clínicas com o herpes, como a dor, a reincidência e o fato de estar associada ao estresse. Além disso, surge sempre no interior da cavidade oral (mucosa) e o herpes labial é na região perio oral, ou seja, nos lábios. Enquanto a afta não tem a fase bolhosa, o herpes tem. O principal diferencial é a causa: a afta é provocada por bactéria, ao passo que o herpes é causado por vírus. A gengivo-estomatite herpética é uma manifestação intra-oral muito invasiva também confundida com aftas e hoje existem tratamento específico para aftas. Fazemos um exame detalhado dos hábitos do paciente para tentar eliminar ou minimizar os fatores predisponentes. Temos tido uma experiência muito boa com tratamento a laser, que praticamente não possui contra-indicação e diminui o curso da doença entre sete e quatorze dias.

E sempre, o mais importante quando perceber qualquer alteração marcar uma avaliação o mais rápido possível para facilitar o diagnostico e tratamento.

×
Ola !
Posso Ajudar ?