Saúde bucal durante a gravidez

Saúde bucal durante a gravidez

Durante o período de gestação, a mulher fica sujeita a diversas doenças. Veja os cuidados necessários para evitar problemas de saúde bucal

A saúde bucal tem grande influência sobre a gravidez. Pesquisas e estudos confirmam que a saúde bucal pode afetar em certos aspectos no período de gestação. Problemas na gengiva e nascimentos prematuros ou recém-nascidos abaixo do peso ideal estão relacionados. Estima-se que as doenças gengivais são responsáveis por aumentar os fluidos biológicos que estimulam o trabalho de parto. É necessário que a mulher seja cautelosa em sua higienização, utilizando fio dental diariamente, equilibrar sua dieta e fazer visitas regulares ao dentista para manter sua saúde bucal na gravidez. Os dentes e a gengiva das mulheres quando estão grávidas encontram-se mais frágeis do que o normal, sujeitos a doenças e infecções, sendo assim, necessitam de um acompanhamento cuidadoso.

É aconselhável que a mulher realize todo o tratamento necessário antes de estar grávida, a fim de resolver todos os seus problemas dentários. Deve-se evitar ter influências a doenças e infecções durante a gestação, principalmente no primeiro e no último trimestres de tal período. Seria ideal o agendamento de consultas com o dentista entre o quarto e o sexto mês de gestação. O primeiro trimestre é o mais importante para o desenvolvimento da criança e os últimos três meses são os mais relacionados ao estresse da mulher.

A doença mais comum apresentada durante a gravidez é a gengivite, neste período, chamada de gengivite gravídica, se trata de uma inflamação na gengiva devido as alterações hormonais que desencadeiam uma reação da gengiva em função dos produtos inflamatórios causada pelo acúmulo de placa bacteriana principalmente na área do colo dental, ou seja, área próxima da gengiva, onde há maior dificuldade na higienização. Tal acúmulo de bactérias é responsável por lesionar a gengiva, deixá-la sensível e infeccionada, com aparência avermelhada e inchada.

Pela localização da placa bacteriana causadora da inflamação da gengiva, prova-se a importância de uma higienização adequada, sendo necessário o uso do fio dental todos os dias. Outro fator que pode ajudar a evitar a gengivite é o equilíbrio da dieta. O ideal seria a substituição de doces por alimentos integrais e naturais.

É muito importante que o profissional saiba da gravidez da paciente, mesmo porque, muitos procedimentos podem ter de ser adaptados ou serem tomadas medidas diferentes quando comparadas ao estado normal da mulher. Medicamentos e certas condutas devem ser diferentes a fim de não prejudicar a gestação.

No caso de uma consulta emergencial, é necessário avisar com antecedência que a mulher encontra-se grávida. É necessário que se informe também se esta sendo feita a utilização de algum medicamento no momento, se houve algum aborto natural ou instantâneo anteriormente e qualquer outra informação que considere relevante, mesmo porque pode ser um fator a influenciar a conduta do dentista no procedimento odontológico a ser realizado.

Manter uma boca saudável é sempre muito importante, principalmente quando se está grávida isso se torna de extrema importância. E para uma gravidez tranquila e sem intercorrências procure regularmente seu dentista para fazer um check up e obter mais orientações, já que neste período a propensão de gengivite (inflamação da gengiva) aumenta.

DÚVIDAS MAIS FREQUENTES SOBRE SAÚDE BUCAL NA GRAVIDEZ

1- A gestação aumenta o risco de cárie?

R: O risco da gestante ter mais cáries aumenta devido as mudanças na alimentação (se alimenta um maior numero de vezes e ingere mais carboidratos), a dificuldade de higienização devido as ânsias e os vômitos que podem alterar o ph do meio bucal, todas essas alterações se não forem acompanhadas podem descalcificar a estrutura dental gerando uma possível cárie. Com um controle intensivo e remoção da placa bacteriana bucal, não haverá caries e nenhum a agressão á sua saúde bucal na gravidez.

2- O que devo fazer para manter uma adequada saúde bucal na gravidez?

R: Para manter sua saúde bucal na gravidez, a mulher deve redobrar os cuidados com o higiene bucal, escovar os dentes após cada refeição, passar o fio dental, aumentar a ingesta de alimentos fibrosos e integrais e fazer consultas periódicas de prevenção de placa bacteriana no seu dentista

3- Existe algum tratamento odontológico para gestantes?

R: Assim que começar a planejar engravidar, a mulher deve procurar um dentista para fazer um check up, neste período serão realizados todos os tratamentos dentários necessários, para que não haja necessidade de alguma intervenção odontológica de emergência. Esta consulta também é muito importante para que você receba todas as instruções de uma higiene bucal adequada e marque retornos periódicos para controle de placa, assim mantendo sua saúde bucal na gravidez.

4- Tem algum risco se submeter á radiografias e anestesia bucal durante a gravidez?

R: Se houver necessidade de realizar algum tratamento odontológico durante a gravidez o período ideal é o 2º trimestre. A radiografia periapical (localizada) pode ser realizada quando for de extrema necessidade para se obter o diagnóstico do dente. Os anestésicos podem e devem ser administrados, usando o grupo de anestésicos seguro para grávidas o procedimento se torna tranquilo e sem dor, já que a dor para a grávida pode ser muito mais prejudicial que o uso do anestésico odontológico.

×
Olá!
Posso ajudar?